quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Entardecer assim


Enquanto me passeias

vou acordando palavras

ao som deste fim de tarde

vou sentindo o chão molhado

e de olhos quase cerrados

respiro o céu deste tom quase deitado

5 comentários:

João Menéres disse...

O POEMA É MUITO BOM !

E deve ser óptimo ser passeada desse jeito...


Um beijo.

Rute disse...

Muito bonito, poema e foto!!!!
gosto MUITO das cores :)

Bjinhos

Zé o Caçador disse...

iria jurar que comentei este poste, o raio da memória...

bêjo

Remus disse...

Se o entardecer é desta qualidade, o que será do amanhecer?

Sérgio Aires disse...

Adorei. Muito "lá de casa" :-)