terça-feira, 14 de junho de 2011

Dor


Talvez pareça fácil
escrever nas palavras
a dor
e até pareça leve
dizer a mágoa de cor
.
mas não é fácil deixar secar
a água transparente
que corre para morrer


6 comentários:

Rute disse...

São de uma enorme beleza, tanto as palavras como a imagem!...

1 beijinho:)

the dear Zé disse...

a dor sé entra quando os portões se abrem e não há uma mão para nos guiar,
quando uma luz violenta e sólida nos atinge o rosto e não há uma mão para nos proteger os olhos,
quando a pele nos aperta e prende pela garganta e nos sufoca impotentes e não há uma mão que a acaricie e serene,
quando os sons são gritos e os gritos tormentos e não há uma mão que nos tape os ouvidos...

a tua mão

bêjos niña

ruimnm disse...

lindas, as palavras e a fotografia.

Remus disse...

Aquele efeito em espiral (provocado pela decoração do portão(?) e da sombra) está excelente.
Está de parabéns!
Pelas palavras e pela fotografia.

Nuno disse...

Talvez pareça fácil mas não é... Tão-pouco é fácil comentar um post tão profundo como este...

L.Reis disse...

...eu diria que acabaste de me tirar as palavras da alma..

(...absolutamente belo!)